Lolita: Dica de filme: "O Planeta dos Macacos: O confronto."

Dica de filme: "O Planeta dos Macacos: O confronto."

    Olá, tudo bem?

     Esta semana estreou nos cinemas a continuação do filme "Planeta dos macacos." , que é uma adaptação do livro La Planète des singes, do autor Pierre Boulle e foi publicado em 1963
     O primeiro filme deveria ter sido lançado em 1964, porém, o orçamento fez com que a produtora Warner desistisse. Então, em 2001, estreou nos cinemas e é considerado um  marco da ficção cientifica adulta no cinema, após todo este sucesso, virou série de tv, teve quatro sequências e agora voltou aos cinemas com dois filmes que voltam ao começo do longa: Planeta dos Macacos - A Origem, de Rupert Wyatt, e, a estréia da semana, Planeta dos Macacos - O Confronto, de Matt Reeves.

     Há semanas o filme está no topo das bilheterias nos EUA e alimenta debates sobre o insumo de violência na série. A cena inicial é brutal - uma armação de filme de guerra, com os macacos perfilando-se para o combate. Não, ainda não é o confronto com os humanos.
      Contando um pouquinho do filme para vocês, ele começa com uma caçada ao veado, em uma floresta próxima a cidade de São Francisco, onde os macacos construíram sua civilização, após o colapso da humanidade pela peste símia, criada em laboratório e que se alastrou como praga. A cena é impactante e vai num crescendo - surge um urso, o macaco fica acuado e, no limite, surgem os assustados humanos, que receberão de César, o macaco falante do primeiro filme, a permissão para regressar à antiga base militar em que a frágil humanidade está sitiada. A situação é periclitante. Os humanos não têm energia e dependem do funcionamento da represa que o grupo de Malcolm (Jason Clarke) descobriu na floresta. Malcolm e César respeitam-se, mas de ambos os lados há os que acreditam e investem no confronto.
     O final da história vocês conferem em qualquer cinema do Brasil, e, para dar mais vontade, assiste um dos trailers aí em baixo:




     Vocês gostaram? Eu não vejo a hora de assistir.
     Beijos.
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário